Elenco de Harry Potter prestaram hoje (28/09) homenagens a Sir Michael Gambon.

RIP Michael Gambon
Dumbledore de Michael Gambon/Reprodução Warner Picture

Sir Michael Gambon faleceu aos 82 anos, ele estava internado após um ataque de pneumonia. Gambon cativou magicamente o público jovem como Alvo Dumbledore na saga Harry Potter, ele substituiu Richard Harris, que também faleceu um pouco antes do lançamento de Harry Potter e a Câmara Secreta, em 2002.

O falecimento de Michael Gambon foi comunicada pelo seu publicitário Clair Dobbs, em uma declaração em nome de sua esposa Lady Gambon e de seu filho Fergus Gambon.

“Estamos arrasados ​​em anunciar a perda de Sir Michael Gambon. Amado marido e pai, Michael faleceu pacificamente no hospital com sua esposa Anne e seu filho Fergus ao lado de sua cama, após um ataque de pneumonia. Pedimos a todos que respeitem nossa privacidade neste momento doloroso e obrigado por suas mensagens de apoio e amor.”

Jason Isaacs, que interpretou Lucius Malfoy, twitou:

“O magnífico Michael Gambon morreu. Aprendi o que poderia ser ator com Michael em The Singing Detective – complexo, vulnerável e totalmente humano. A maior emoção de estar nos filmes de Potter foi que ele sabia meu nome e compartilhou comigo seu destemido e travesso senso de diversão”.

O ator James Phelps, que interpretou Fred Weasley o descreveu como “uma lenda”.

“Lamento muito saber do falecimento de Michael Gambon. Ele era, dentro e fora das câmeras, uma lenda”, twitou.

O ator compartilhou uma captura de tela de um texto descrevendo “um dos destaques” de seu tempo no set com Sir Michael.

O trecho dizia: “Entre as configurações, Michael perguntou o que eu estava fazendo naquele fim de semana. Acontece que meu irmão e eu estávamos lendo Pedro e o Lobo com a Orquestra Manchester Halle.

Phelps disse que Sir Michael se ofereceu para compartilhar anotações com ele e seu irmão gêmeo, Oliver, que interpretou George Weasley nos filmes.

“Passamos o que deveria ter sido seu tempo de inatividade no meu show de fim de semana. É uma lembrança que sempre tive como um dos destaques dos meus dias (de Harry Potter).”

A ascensão de Sir Michael Gambon

A carreira de um dos atores mais célebres do mundo foi ainda mais extraordinária dada a sua origem humilde, nascido em Dublin na Irlanda, filho de um casal da classe trabalhadora que o encorajou a ser engenheiro depois que ele deixou a escola aos 15 anos.

Gambon foi indicado a 13 prêmios Olivier (premiação do teatro e cinema britânico) depois de aparecer em inúmeras produções de obras de William Shakespeare, destacando-se como Otelo. Ele também estrelou uma série de programas de TV de sucesso e, em 1968, ganhou um teste para ser o agente James Bond em ‘Ao Serviço Secreto de Sua Majestade’, após a saída de Sean Connery. Mas ele disse ao produtor Albert ‘Cubby’ Broccoli: “Não tenho um cabelo bonito e sou um pouco gordo” e o papel foi para George Lazenby.

Condecorado em 1999, como Cavalheiro da Rainha Elizabethe II, por seus serviços prestados ao teatro e ao cinema, Gambon era adorado por interpretar o detetive francês Jules Maigret. Como Dumbledore, ele se tornou mundialmente famoso após assumir o papel do colega irlandês Richard Harris.

Ele se casou com a matemática aposentada Lady Anne em 1962. O filho deles, Fergus, é especialista em cerâmica e trabalha para o leiloeiro Bonhams. Ele também aparece regularmente no Antiques Roadshow da BBC.

Sir Michael foi um garoto da classe trabalhadora. Sua mãe era costureira e seu pai engenheiro, para quem a noção de carreira no palco era totalmente estranha. Michael Gambon deixou a escola aos 15 anos, sem qualificações, e depois fez um aprendizado como fabricante de ferramentas. Aos 21 anos já era engenheiro qualificado, mas só trabalhou como tal por um ano antes de decidir se tornar ator.

Ganhou quatro Baftas, é conhecido por seu extenso catálogo de trabalhos na TV, cinema, rádio e teatro ao longo de uma carreira de décadas.

Nos últimos anos, ele interpretou Alvo Dumbledore em seis dos oito filmes de Harry Potter. Falando sobre isso recentemente, ele disse sobre interpretar o mago que ele não precisa realmente interpretar ninguém. Ele disse:

“Eu apenas coloco uma barba e toco, então não é uma grande façanha. Nunca me adapto a um papel – cada papel que desempenho é apenas uma variante da minha própria personalidade. Eu não sou realmente um ator de personagem…”

Longe de atuar, foi relatado em 2015, que ele dividiu seu tempo entre a pilha country de £ 5 milhões com Lady Gambon perto de Gravesend, no condado de Kent, na Inglaterra, e uma casa no oeste de Londres para seus filhos pequenos, Tom e Will, com a cenógrafa Philippa Hart.


Com informações do portal Dally Mail Londres.

About The Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.