Após 60 anos do Oscars desaparecido de Hattie McDaniel, a Academia entregará o prêmio substituto à Faculdade de Belas Artes Chadwick Boseman — Univercidade de Howard.

Hattie McDaniel

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (Oscars) e o Museu da Academia de Cinema concederão uma nova estatueta dourada para Hattie McDaniel, vencedora de Melhor Atriz Coadjuvante do Oscar de 1940. Ela foi a primeira mulher negra a conquistar um título das principais catecorias do cinema.

A estatueta será entregue durante uma cerimônia, no dia 1 de outubro, intitulada “Hattie’s Come Home” (Hattie volta pra casa), na Faculdade de Belas Artes de Haward, — que foi rebatizada em homenagem a Chadwick Boseman —, em Washington DC.

Acontecendo no Teatro Ira Aldridge, a cerimônia celebrará a vida e o legado de Hattie McDaniel, sua histórica vitória no Oscars e reunirá seu prêmio com o seu antigo Universidades e Faculdades Historicamente Negras (HBCU), como ela pretendia originalmente. O evento incluirá comentários de abertura de Phylicia Rashad, reitora da Faculdade de Belas Artes, juntamente com a apresentação de um medley de canções de alunos atuais e um trecho da peça “Boulevard of Bold Dreams”, de LaDarrion Williams.

Jacqueline Stewart, presidente do Museu da Academia e Teni Melidonian, vice-presidente executiva de estratégia do Oscars, entregarão o prêmio à Universidade. Além disso Stewart também terá uma conversa com Rashad os professores de Howard Greg Carr professor associado de Estudos Africanos e presidente do departamento de Estudos Afro-Americanos e Khalid Long professor associado de artes teatrais em Howard junto com Thea Combs diretor de assuntos curatoriais da National Portrait Gallery do Smithsonian e Kevin John Goff, cineasta e sobrinho-neto de McDaniels.

“Hattie McDaniel foi uma artista inovadora que mudou o curso do cinema e impactou gerações de artistas que a seguiram”, disse Stewart.

“Estamos entusiasmados em apresentar um substituto ao Oscar de Hattie McDaniel para a Howard University. Esta importante ocasião celebrará o notável trabalho artesanal e a vitória histórica de Hattie McDaniel”, completou Bill Kramer, CEO da Academia.

Rashad acrescentou: “Estou muito feliz que este Oscar esteja retornando ao que hoje é a Faculdade de Belas Artes Chadwick A. Boseman da Howard University. Este imenso pedaço de história estará de volta à Faculdade de Belas Artes para que nossos alunos se inspirem. A Sra. Hattie está voltando para casa!”

Em 1940, McDaniel fez história como a primeira pessoa negra a ser indicada e ganhar um Oscar competitivo por sua atuação coadjuvante como “Mammy” em “E o Vento Levou” ( 1939 ). No 12º Oscars, realizado no segregado Cocoanut Grove do Ambassador Hotel, McDaniel e seu convidado sentaram-se separados dos outros indicados do filme.

Antes de McDaniel morrer de câncer de mama em 1952, ela especificou que seu prêmio deveria ser doado à Howard University. Durante anos, circularam rumores sobre onde a placa e a estatueta poderiam estar – foi simplesmente perdida ou destruída em um protesto?

O discurso completo de McDaniel faz parte da Galeria de História do Oscar do museu, com sua vitória reconhecida como parte da Galeria de estatuetas do Oscar. No entanto, está em uma vitrine vazia, que o museu planeja manter indefinidamente enquanto giram as outras 19 estatuetas da sala.


Com informações do Portal Variety.

About The Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.