CCXP Awards mostrou que pode ser considerado o Oscars do Entretenimento Geek.

Fonte: CCXP internet imagens

Uma data que vai ficar marcada na história, 15 de julho de 2022, nessa sexta-feira épica aconteceu a primeira CCXP Awards da história do entretenimento Geek do Brasil. A premiação foi mediada pelo apresentador Tiago Leifert e, assim como o Oscars Awards, teve as categorias mais técnicas já premiadas antes do início da programação, como Melhor Livro de não ficção para Chico Felitti por Elke: mulher maravilha, o cartunista Laerte levou na categoria Melhor Tira e Web Tira, por Manual do minotauro, e a categoria melhor game mobile para League of Legends: wild rift.

O grande prêmio da noite chamado Grand Prix foi dado ao documentário A Última Floresta, que também venceu na categoria de Melhor Filme Nacional. A lista segue com vencedores nas categorias de Melhor Filme Internacional (Judas e o Messias Negro); Melhor Ator (Seu Jorge) e Melhor Atriz (Renata Carvalho).

A organização da CCXP Awards (Portal Omelete) até tentou evidencia a diversidade, mas o que se viu foi a militância LGBT, ao invés de criar uma categoria própria deles, tomar o lugar de direito das Mulheres.

Veja a lista completa da primeira edição do CCXP Awards.

 

MELHOR FILME NACIONAL

A Última Floresta, de Luiz Bolognesi – VENCEDOR

Medusa, de Anita Rocha da Silveira

Medida Provisória, de Lázaro Ramos

Eduardo e Mônica, de René Sampaio

Turma da Mônica – Lições, de Daniel Rezende

 

MELHOR FILME INTERNACIONAL

A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas, de Michael Rianda

Ataque dos Cães, de Jane Campion

Druk – Mais Uma Rodada, de Thomas Vinterberg

Encanto, de Byron Howard e Jared Bush

Judas e o Messias Negro, de Shaka King – VENCEDOR

 

MELHOR ATOR EM FILME

César Mello (Doutor Gama)

Gabriel Leone (Eduardo e Mônica)

Irandhir Santos (Piedade)

Lázaro Ramos (O Silêncio da Chuva)

Seu Jorge (Marighella) – VENCEDORA

 

MELHOR ATRIZ EM FILME

Alice Braga (Eduardo e Mônica)

Grace Orsato (Meu Nome é Bagda)

Jéssica Ellen (Cabeça de Nêgo)

Renata Carvalho (Vento Seco) – VENCEDORA

Taís Araújo (Medida Provisória)

 

MELHOR DIREÇÃO EM FILME

Anita Rocha da Silveira (Medusa)

Anna Muylaert e Lô Politi (Alvorada) – VENCEDOR

Daniel Rezende (Turma da Mônica – Lições)

Lázaro Ramos (Medida Provisória)

Luiz Bolognesi (A Última Floresta)

 

MELHOR SÉRIE BRASILEIRA

Cidade Invisível (Netflix)

Manhãs de Setembro (Prime Video)

O Caso Evandro (Globoplay)

Sintonia (Netflix)

Sob Pressão (Globoplay) – VENCEDOR

 

MELHOR SÉRIE INTERNACIONAL

Arcane (Netflix)

Round 6 (Netflix)

Succession (HBO) – VENCEDOR

Ted Lasso (Apple TV+)

WandaVision (Disney+)

 

MELHOR ATOR EM SÉRIE

Christian Malheiros (Sintonia) – VENCEDOR

Fábio Assunção (Onde Está Meu Coração)

Flávio Tolezani (DOM)

Gabriel Leone (DOM)

Selton Mello (Sessão de Terapia)

 

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE

Alessandra Negrini (Cidade Invisível)

Hermila Guedes (Segunda Chamada)

Letícia Colin (Onde Está Meu Coração)

Letícia Colin (Sessão de Terapia)

Liniker (Manhãs de Setembro) – VENCEDORA

 

MELHOR FICÇÃO EM LITERATURA

A Extinção das Abelhas, de Natalia Borges Polesso

O Serviço de Entregas Monstruosas, de Jim Anotsu – VENCEDOR

O Último Ancestral, de Alê Santos

 

MELHOR NÃO-FICÇÃO EM LITERATURA

Elke: Mulher-Maravilha, de Chico Felitti – VENCEDOR

Ney Matogrosso: A Biografia, de Julio Maria

Racionais Mc’s: Sobrevivendo no inferno, de Arthur Dantas Rocha

 

MELHOR STREAMER MASCULINO

Alanzoka

Alexandre Gaules

Casimiro – VENCEDOR

Jota Plays

Liminha

 

MELHOR STREAMER FEMININA

Camila Vieira (Kalera)

Diana Zambrozuski

Gabi Cattuzzo

Nicolle Merhy (Cherrygumms)

Sher Machado – VENCEDORA

 

MELHOR PODCAST

Confins do Universo

Mano a Mano – VENCEDOR

Modus Operandi

NerdCast

Um Milkshake Chamado Wanda

 

MELHOR MESACAST

Ciência Sem Fim

Lança a Braba Podcast

Mais que 8 minutos

Podpah – VENCEDOR

Venus Podcast

 

MELHOR CANAL CRIADOR DE CONTEÚDO

Carol Moreira – VENCEDORA

Diva Depressão

Jovem Nerd

Mikannn

Phsantos

 

MELHOR CANAL CRIADOR REVELAÇÃO

Folclore BR: Uma Nova Visão

Luva De Pedreiro

Professor Noslen

Raphael Vicente – VENCEDOR

Thallitaxavier

 

MELHOR QUADRINHO

Arlindo, de Ilustralu (Luiza de Souza) – VENCEDOR

Brega Story, de Gidalti Jr.

Carniça e a Blindagem Mística – Parte Dois: A Tutela do Oculto, de Shiko

Confinada, de Leandro Assis e Triscila Oliveira

Escuta, Formosa Márcia, de Marcello Quintanilha

 

MELHOR ÁLBUM EM QUADRINHOS

Arlindo, de Ilustralu (Luiza de Souza)

Brega Story, de Gidalti Jr. – VENCEDOR

Carniça e a Blindagem Mística – Parte Dois: A Tutela do Oculto, de Shiko

Escuta, Formosa Márcia, de Marcelo Quintanilha

Isolamento, de Helô D’Ângelo

 

MELHOR QUADRINISTA

Gidalti Jr., por Brega Story

Ilustralu (Luiza de Souza), por Arlindo

Laerte, por Manual do Minotauro

Marcello Quintanilha, por Escuta, Formosa Márcia – VENCEDOR

Shiko, por Carniça e a Blindagem Mística – Parte Dois: A Tutela do Oculto

 

MELHOR TIRA E WEB TIRA

A Urna, de Amanda Miranda

Anésia & Dolores, de Will Torres

Como eu sobrevivi à COVID-19 e seus amigos!, de Guabira

Manual do Minotauro, de Laerte – VENCEDOR

Tê Rex: Zapzombie, de Marcel Ibaldo e Marcelli

 

MELHOR ARTE-FINALISTA

Alcimar Frazão, por Lovistori

Amanda Miranda, por A Urna

Gidalti Jr., por Brega Story

Leandro Assis, por Confinada

Orlandeli, por Chico Bento – Verdade – VENCEDOR

 

MELHOR COLORISTA

Fabi Marques, por Anne de Green Gables

Guilherme Petreca, por Shamisen: Canções do Mundo Flutuante – VENCEDOR

Ilustralu (Luiza de Souza), por Arlindo

Orlandeli, por Chico Bento – Verdade –

Shiko, por Carniça e a Blindagem Mística – Parte Dois: A Tutela do Oculto

 

MELHOR DESENHISTA

Shiko, por Carniça e a Blindagem Mística – Parte Dois: A Tutela do Oculto – VENCEDOR

Orlandeli, por Chico Bento – Verdades

Guilherme Petreca, por Shamisen: Canções do Mundo Flutuante

Camilo Solano, por Cidade Pequenina

Gidalti Jr., por Brega Story

 

MELHOR ROTEIRISTA EM QUADRINHOS

Gabriel Nascimento, por A Menor Distância Entre Dois Pontos é Uma Fuga – VENCEDOR

Ilustralu (Luiza de Souza), por Arlindo

Kash Fyre, por Espetaculare Meneghetti

Leandro Assis e Triscila Oliveira, por Confinada

Marcelo Quintanilha por Escuta, Formosa Márcia

 

MELHOR GAME NACIONAL

Aspire: Ina’s Tale

Dodgeball Academia (Pocket Trap / Humble Games)

UNSIGHTED (Studio Pixel Punk) – VENCEDOR

 

MELHOR PRO-PLAYER MASCULINO

Andrei “Art” Piovezan

Gabriel “Aegis” Lemos

Gabriel “FalleN” Toledo

Gustavo “Sacy” – VENCEDOR

Yago “Yago.exe” Vinícius

 

MELHOR PRO-PLAYER FEMININA

Bruna “Bizinha” Marvila

Elizabeth “Liz” de Sousa

Gabriela “GaB” Scheffer

Karina “kaah” Takahashi

Natália “Daiki” Vilela – VENCEDORA

 

MELHOR ORG

AfroGames

Fúria – VENCEDOR

Loud

Pain Gaming

RED Canids Kalunga

 

MELHOR GAME MOBILE

Free Fire

League of Legends: Wild Rift – VENCEDOR

Pokémon Unite

 

MELHOR GAME INTERNACIONAL

It Takes Two – VENCEDOR

Marvel’s Guardians of the Galaxy

Metroid Dread

Psychonauts 2

Vila Resident Evil

 

MELHOR GAME COMPETITIVO

Fogo livre

R6 – Tom Clancy’s Rainbow Six Siege

Classificação – VENCEDOR


About The Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.