Jones era conhecido por compor o elenco de This is Us.

Ron Cephas Jones

Ron Cephas Jones, um veterano ator de teatro que ganhou dois prêmios Emmy por seu papel como um pai há muito perdido que encontra a redenção na série dramática de televisão ‘This Is Us’, morreu aos 66 anos. O empresário de Jones, Dan Spilo, disse em comunicado por e-mail que o ator morreu devido a um problema pulmonar de longa data.

“Ao longo de sua carreira, seu carinho, beleza, generosidade, gentileza e coração foram sentidos por todos que tiveram a sorte de conhecê-lo”, disse Spilo.

Jones fez um transplante duplo de pulmão em 2020 por causa de doença pulmonar obstrutiva crônica e passou quase dois meses em um hospital de Los Angeles.

Em ‘This Is Us’, Jones interpretou ‘William Shakespeare Hill’, um pai biológico cuja vida é renovada através de seu relacionamento com a família de seu filho ‘Randall Pearson’, interpretado por Sterling K. Brown.

“Uma das pessoas mais maravilhosas que o mundo já viu não está mais entre nós. O mundo é será menos brilhante. Irmão, você é amado. E sua falta será sentida”, disse Brown em um post no Instagram após a morte de Jones.

Jones desempenhou um papel mais central nas primeiras temporadas da série, mas apareceu de alguma forma em todas as seis temporadas da série, que incluíam narrativas que saltavam no tempo, oferecendo oportunidades recorrentes para seus atores, mesmo após a morte de seus personagens.

Jones ganhou o Emmy de melhor ator convidado em uma série dramática em 2018 e 2020 e foi indicado para mais dois.

“Ron foi o melhor dos melhores – na tela, no palco e na vida real. Meu Deus, que ator! Acho que nunca mudei uma única tomada dele em um corte porque tudo que ele fez foi perfeito,” disse Dan Fogelman, criador de This Is Us, no X (antigo Twitter).

Jones passou a maior parte de sua carreira no teatro antes e depois de ‘This Is Us’, retornando à Broadway mesmo depois que seu transplante o forçou a aprender a respirar e a andar novamente.

“Toda a minha vida foi um palco”, disse Jones em uma entrevista no final de 2021 ao The New York Times , na qual revelou que sofria silenciosamente de problemas respiratórios desde a época em que começou em ‘This Is Us’.

“A ideia de não atuar novamente me pareceu pior do que a morte”, disse Jones.

Ele foi indicado ao Tony Award e ganhou o Drama Desk Award de 2022, pelo papel da Broadway como cozinheiro de parada de caminhões em ‘Clyde’s’, da dramaturga Lynn Nottage.

Natural de Paterson, Nova Jersey, Jones se formou no vizinho Ramapo College, onde pretendia estudar jazz, mas mudou para teatro durante seu segundo ano. Ele passou o final da década de 1970 e início da década de 1980 viajando pelo país, trabalhando como motorista de ônibus no sul da Califórnia por vários anos.

Em meados da década de 1980, mudou-se para Nova Iorque, onde a sua carreira teve um impulso inicial quando começou a frequentar e a colaborar no Nuyorican Poets Café, um centro criativo vital para a poesia, o hip-hop e as artes performativas.

Um papel de destaque veio em 1994, quando ele conseguiu o papel principal no drama da dramaturga Cheryl West, ‘Holiday Heart’.

Ele passaria as décadas seguintes constantemente no teatro, muitas vezes em peças off Broadway em Nova York, incluindo uma virada de título como “Richard III” de Shakespeare no The Public Theatre, e em papéis na Steppenwolf Theatre Company em Chicago.

Jones também teve participações especiais na TV em ‘Mr. Robot’, ‘Luke Cage’ e ‘Lisey’s Story’.

Suas aparições no cinema incluíram ‘Half Nelson’, de 2006, com Ryan Gosling, e ‘Dolemite Is My Name’, de 2019, com Eddie Murphy.

Ele deixa sua filha, Jasmine Cephas Jones.

About The Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.